Vereador Jota Lemos desabafa

jota lemos 2 sessao

Eu, vereador Jota Lemos, venho a público esclarecer os seguintes fatos, relacionados ao projeto da piscicultura no município de Roncador.

Em primeiro lugar, quero deixar claro que fui eleito pelo voto direto, fui escolhido pelo povo como seu representante. Não fui nomeado para um cargo, seja qual tenha sido o motivo de tal nomeação. Desde que fui eleito, afirmei que mudaria a forma de se fazer política na cidade de Roncador, não tolerando, de forma alguma, nada que não seja a mais pura VERDADE.

E por não tolerar nada que não seja verdadeiro é que venho prestar estes esclarecimentos.

O Secretário de Desenvolvimento do Município de Roncador, utilizando-se de seu perfil na Rede Social “Facebook”, proferiu palavras a meu respeito que não poderia deixar de responder. Primeiro porque “hipócrita”, como fui chamado pelo secretário, é uma pessoa que finge ser o que não é, o que não tem nada a ver com minha pessoa. Talvez a hipocrisia esteja em deixar um projeto dito “pronto” desde 2013, como citou em seu comentário, sem tomar qualquer atitude para colocá-lo em prática. A hipocrisia pode estar também no fato de utilizar uma rede social para manifestar-se, sendo que deveria “dar a cara a tapa” e ter tido a decência de responder pelo mesmo canal que disse ter se sentido ofendido, que é meu programa de rádio, sempre de microfones abertos para quem quiser responder a qualquer questionamento.

Quanto a ser mentiroso, o próprio secretário poderia vestir a carapuça, pois tenho documentos que comprovam que falei a verdade. As atas de números 01/2015, 02/2015 e 03/2015, dos dias 06, 07 e 08 de março de 2015, devidamente registradas e arquivadas na Câmara de Roncador, onde constam as transcrições das reuniões da Comissão de Ordem Econômica e Social, esta presidida por mim, e comprovam, por documentos e não por palavras somente, o interesse meu e de outros vereadores que o projeto tivesse um início e saísse do papel. Estes documentos estão disponíveis na Câmara para que qualquer cidadão possa consultar e obter esclarecimentos sobre o projeto. Isso sim se chama VERDADE. Aliás, o próprio secretário participou destas reuniões e sabe muito bem quem está mentindo.

Quanto a me promover ou fazer algo pensando nas próximas eleições, é uma coisa que não me preocupa. O que quero é desempenhar a minha função de vereador da maneira que deve ser. Mesmo que eu tenha apenas um mandato, mas quero que esse mandato seja marcado pelo meu trabalho e pela minha seriedade, sem jamais manchar minha imagem política com qualquer tipo de mentira.

Para finalizar, em relação aos comentários na postagem do digníssimo secretário, quero destacar alguns pontos. Alguns funcionários públicos quiseram ser solidários à falta de competência do secretário, também proferindo palavras que não condizem com nossa realidade. Entre os comentários, está o da Secretária de Saúde, que deveria se preocupar mais em esclarecer as dúvidas de sua pasta, como exames médicos carimbados e assinados, mas que não foram executados pelos referidos profissionais. A Controladora Interna da Prefeitura também deu seu “pitaco”, mas deveria se preocupar em esclarecer a compra de remédios sem licitação, privilegiando o estabelecimento pertencente a sua família. O ex-diretor de saúde, exonerado por nepotismo, que possui uma vasta “ficha suja”, também deveria se preocupar mais em cumprir com suas obrigações. E por fim, a ex-vereadora, que também ocupa uma “teta” na prefeitura, deveria se preocupar em explicar ao povo por que recebeu há alguns anos atrás, o benefício “Bolsa Família”, do Governo Federal, destinado exclusivamente a famílias de baixa renda, enquanto ocupava uma cadeira na câmara.

Por estes e outros motivos é que vim a público prestar estes verdadeiros esclarecimentos. Não me escondo atrás de redes sociais e sempre assumo publicamente tudo o que falo ou escrevo.

Minha vida política é um livro aberto. Estou disponível todos os dias na Câmara de Vereadores para prestar quaisquer esclarecimentos.

Grato pela atenção,

Vereador Jota Lemos.

Continue lendo Vereador Jota Lemos desabafa

Roncador: Legislativo X Executivo.

Uma matéria no Jornal Tribuna do Interior, edição desta quarta-feira (1º) chamou a atenção.

IMG_3003

Através do Jornal, o atuante vereador, senhor Ivo Kuchla, que também é servidor público, reclamou do relacionamento entre o Executivo e Legislativo de Roncador. “Os vereadores estão sendo esquecidos neste mandato”, disse o vereador.

 

O Jornal cita ainda os vereadores Ronaldo Adriano, Jota Lemos e Antônio Martins, os quais também estariam indignados e que seriam da oposição.

 

Ficamos surpresos com essa informação. Será que Jota Lemos e Antônio Martins deixaram a base aliada da prefeita e agora são oposição? Mas não. Em conversa com os dois vereadores fomos avisados que pode ter ocorrido um desencontro nas informações neste caso… O vereador Antônio Martins inclusive, é o Líder da Prefeita na Câmara.

Prefeita fala sobre possível implantação do “Projeto piscicultura”.

IMG_20150321_121146-1024x614

 

Quem compareceu ao “Programa Hora da Verdade” na manhã deste sábado (21), foi à prefeita de Roncador, Marília Perotta Bento Gonçalves, onde alguns assuntos como a iluminação e arborização e iluminação da praça central Moisés Lupion, e um possível projeto sobre a implantação da “Piscicultura” no município foram debatidos.
Na última quinta feira (19) a prefeita produtores rurais e alguns vereadores estiveram visitando um frigorífico de peixe e alguns piscicultores do Município de Toledo, no Paraná.
O projeto idealizado pelo vereador Jair Lemos e tem como objetivo estudar a possibilidade de estar incentivando as atividades de criação e piscicultura também no Município de Roncado o que geraria uma extra para as famílias rurais.
Vale aqui lembrar que no próximo sábado (29) acontece na câmara de vereadores as (09h00min da manhã) uma importante reunião para debater o assunto, a presença dos produtores é de fundamental importância para uma possível implantação do projeto.

Vereador Jota Lemos está botando para quebrar!

A comissão mista formada por vereadores e funcionários da prefeitura começaram os trabalhos de investigação com relação as doações de terrenos públicos, por recomendação do ministério público, que a prefeita Dra. Marília retomassem ao município todos os terrenos que foram doados para geração de empregos do município. De acordo com a lei municipal os terrenos eram para as firmas se estalarem na cidade, e no prazo no máximo de 3 meses, a empresa não poderia paralisar os trabalhos por mais de 90 dias e ainda não podendo desviar da função para qual foi feita a doação.Como trata de terreno pública ocorreu que muitos venderam e nem sequer geraram emprego, por tanto será um trabalho difícil da comissão , não tivesse em pleno funcionamento seria retomado ao município, lembrando que as doações eram só para uso real, não poderiam serem vendidos e nem transferido e para terceiro.

A comissão tem como presidente o vereador jota lemos, redator vereador Ronaldo, membro vereador Ivo, e da prefeitura os servidores, Sídinei Caras, e Gislaine Elisséia Gustin primaki. Só lembrando que o vereador Ivo Kuchla afinou kkk ”desistiu” de investigar.

10167972_443935729092724_6742206595197489909_n - Cópia 10440288_443935772426053_618437411369875181_n - Cópia10665663_443931342426496_7606877330667582327_n - Cópia (2) 10628457_443936169092680_6314153781635862504_n - Cópia  10984103_443936049092692_1123678057788345365_n 10985169_443936102426020_2222081986622868891_n 10999319_443935655759398_1624604674484758255_n - Cópia (2) 11022406_443931212426509_5351363588403332046_n - Cópia 11037323_443936295759334_5851542271558780823_n - Cópia (2) 11037330_443935975759366_2812795654233930622_n 11037639_443936252426005_4229377670592562999_n 11042989_443930985759865_7530158788677657513_n 11044945_443935822426048_8069704925193217459_n - Cópia (2) 11055318_443935859092711_4545524079172740104_n - Cópia (2)

Roncador: Câmara aprova aumento do repasse à OEAR.

jota lemos 2 sessao

A Câmara de Vereadores aprovou em sessão extraordinária realizada na manhã desta quinta-feira (26), o Projeto de Lei que autoriza o aumento do repasse do Município de Roncador à OEAR (Organização dos Estudantes Acadêmicos de Roncador).

O vereador Jair Lemos, presidente da Comissão de Ordem Econômica, emitiu parecer no referido projeto, colocando como condição do repasse à Organização, que acadêmicos inadimplentes não sejam barrados na entrada dos ônibus antes de procurar saber os reais motivos da inadimplência.

O Projeto foi aprovado por unanimidade.

REQUERIMENTO

10612831_358519384336402_4729187193338610971_n

O vereador Jair Lemos apresenta na sessão um requerimento solicitando a criação de um Projeto de Lei que obriga que seja colocado o nome do vereador que criou o referido projeto, inclusive na publicação em diário oficial. Isto para que a população saiba quem, realmente, é o autor do projeto.

CÂMARA CRIA COMISSÃO PARA INVESTIGAR DOAÇÃO DE TERRENOS NO MUNICÍPIO DE RONCADOR

10994339_358185887703085_3161543432149454471_n

Após a recomendação Administrativa feita pela promotoria de justiça da Comarca de Iretama, neste momento, os vereadores criam uma comissão para investigar a doação de terrenos no Município de Roncador.

A comissão fica formada da seguinte maneira:

Presidente – JAIR LEMOS
Relator – RONALDO ADRIANO
Membro – IVO KUCHLA

A comissão irá investigar a situação dos referitos terrenos, se estão cumprindo com o seu objetivo e atendendo os requisitos necessários ou se devem retornar ao patrimônio público.

Programa de piscicultura familiar habilita 27% dos municípios brasileiros.

Desenvolvimento da Aquicultura

Os recursos serão utilizados para a construção de viveiros escavados em pequenas propriedades rurais, visando a criação de peixes

O Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA), divulgou nesta quinta-feira (15) portaria que apresenta o resultado final do processo de habilitação e seleção de propostas para o desenvolvimento da aquicultura familiar no Brasil.

As propostas foram apresentadas por municípios ou consórcios públicos intermunicipais interessados em receber equipamentos (conjunto de escavadeira hidráulica e trator de esteiras) para a construção de viveiros escavados em pequenas propriedades rurais, visando a criação de peixes.

O MPA habilitou 1353 propostas – 117 a mais do que antes da fase de análise dos recursos administrativos. Das solicitações aprovadas, 1331 atendem a municípios e 22 a consórcios intermunicipais de cinco estados da federação: Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Paraíba, Piauí e Paraná. Em conjunto, estes consórcios – cada um com três a 15 integrantes – reúnem 160 municípios.

As prefeituras e consórcios aptos a receberem máquinas implantam, como pré-requisito, programas municipais de apoio ao desenvolvimento da cadeia produtiva da aquicultura familiar. A iniciativa permite que as prefeituras tenham amparo legal para realizar ações de construção de viveiros escavados em propriedades rurais. Os viveiros escavados – áreas abertas no solo para o acúmulo de água, geralmente de mil a 5 mil m2 , permitem a criação de espécies como tilápia, tambaqui, pintado e carpas. A piscicultura é uma atividade que pode ser desenvolvida sem comprometer outras atividades do agricultor.

As propostas contemplaram todos os estados e regiões brasileiras. Importante destacar que o processo de aquisição das máquinas pelo MPA poderá ocorrer de forma regionalizada ou por etapas, de acordo com a disponibilidade orçamentária.

Plano Safra da Pesca

 

Jair Lemos quer atendimento diferenciado para pessoas da zona rural.

Segundo o Vereador, atendimentos como os feitos por pediatras, normalmente são realizados no período da tarde e muitas mães, senhoras com crianças no colo que vem da zona rural, tem de aguardar desde de bem cedo, até a tarde, onde as vezes as crianças são atendidas todas na mesma hora com as crianças da cidade, o que ocasiona em certos momentos até a perda da carona destas mães, que vem de ônibus em busca da consulta.

Se os atendimentos ao invés de fichas, fossem realizados antes uma triagem, certamente facilitaria em muito o sofrimento e por isto, o vereador sugere a mudança no sistema de atendimento.

image